O Homem e sua frágil virilidade

IMG_6766

Talvez você já tenha se perguntado: porque a masculinidade é tão frágil? Porque homens tendem a ficar competindo ente si? Porque têm medo de intimidade com outros homens? Porque não se cuidam ou vivem se arriscando para mostrar que são mais fortes? Porque a heterossexualidade masculina é tão frágil que não permite o uso de uma cor, Rosa por exemplo, que se não eles perdem sua “macheza”?

Desde a fase edípica na qual o menino descobre, por comparação, que existe outro ser “como ele” mas que não tem o pênis, ou seja, desprovida de força viril, ele passa, com o desenrolar do Complexo de Édipo, a ter medo da castração.

Não podemos olhar para o pênis como somente o órgão sexual mas sim com o que ele representa socialmente construído: força, coragem, rigidez, supremacia,  autoridade, elegância, prazer entre outras infinitos constructos sociais.

Esse medo de perder todas as representatividades do pênis faz com que o homem passe a vida tentando defender sua virilidade. Sim, o homem é um ser preocupado com a defesa e a sustentabilidade do masculino o tempo todo. Ele age como se a menor ameaça pudesse transformá-lo em um ser castrado.

Essa preocupação faz com que ele seja irresponsável, não meça consequências, aja por impulsividade, entre em brigas, fuja de médicos e culmina com o machismo, a mais frágil forma de masculinidade.

É necessário discutir sobre a formação social do  masculino frente ao Complexo de Édipo e como podemos compreender melhor o papel social do macho. Assim tentaremos visualizaro que é ser homem no século XXI…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s